Dra. Eliane Lima Guerra Nunes

                    Psiquiatra e Psicanalista

*Médica - Universidade Estadual Paulista - UNESP 1987

*Psicanalista Infantil - Sedes Sapientiae - 1990

*Doutorado pela Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo-2008

*Título de Psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria - 2013. Sócia desde 1992.

*Coordenadora do Núcleo de Toxicomania - CLIPP/EBP desde 2013

*Coordenadora do  CEPPSA - Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Prefeitura de Santo André - desde 2013

Tese : 

Adolescência e corpo:

 a prostituição e o abuso de droga como  sinthoma 

Disponível em: 

http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-28012009-134219/pt-br.php

Resumo 

O estudo propõe, com base na escuta das histórias de vida de dez jovens, entre 19 e 25 anos, que vivem na prostituição em boates da cidade de Santo André-SP, realizar uma discussão a respeito da prevenção das DST/AIDS e da toxicomania. A partir da fala de cada entrevistada sob o enfoque da psicanálise, evidenciou-se o fato de que as jovens, embora disponham de informações sobre medidas preventivas das DST/aids, vivenciam um conflito de identidade expresso em vários níveis de seu discurso que contribui para a vulnerabilidade dessas doenças, sobretudo nas relações que envolvem afetividade. Apoiando-se nesses discursos, foi possível pontuar a implicação dessa ambiguidade no cuidado de si e na necessidade de políticas públicas que abordem a prostituição, levando em conta esse aspecto.

MAGRITE: The Dangeous Liaison - 1926

                     Artigos 

 

O ardor e a dor de amor nas canções de Winehouse

http://www.opcaolacaniana.com.br/nranterior/numero3/texto11.html

Resumo: A linguagem artística, em cada estilo peculiar, transforma emoções em sentidos para seu público, criando, assim, um laço social entre público e artista. Aspectos da clínica psicanalítica atual com mulheres e a toxicomania são abordados pelo cancioneiro da jovem inglesa Amy Winehouse.

Palavras-chave: arte, laço social, psicanálise, sintoma, toxicomania.


Abstract: In each of its peculiar style, the artistic language converts emotions into senses for its public, creating, thus, a social bond between the audience and the artist. Aspects of psychoanalytic clinic with women and drug addiction are addressed by the young English Amy Winehouse’s collection of songs.
Key words: art, social bond, psychoanalysis, symptom, addiction.

Imagem: Jason Macier

A adolescência e a toxicomania: desafios para a clínica na contemporaneidade

http://www.tjmg.jus.br/data/files/6A/D2/CB/D8/0F16F310D8D643F3180808FF/revista_responsabilidades_v1_n02.pdf

Os adolescentes e os adultos jovens que usam abusivamente as drogas lícitas e ilícitas estão em busca, além do efeito químico e imediato da droga, de uma referência simbólica, ou seja, de uma nomeação que possa lhes servir de suplência ao vazio em torno do qual o discurso e a representação sobre si mesmos foram se constituindo ao longo de suas vidas. Nesse sentido, os discursos ditos competentes, quais sejam o científico, o jurídico, oferecem um vasto repertório de significantes, em geral de caráter ambíguo e que são apropriados pelos sujeitos em questão, como uma prótese imaginária, o que, por sua vez, atua na contenção da angústia. Sob esta perspectiva psicanalítica, a fixação em uma representação identitária, moldada na ambiguidade da doença e da delinquência, engendra uma solução de compromisso precária frente à angústia que impossibilita o trabalho subjetivo de constituição de uma identidade, a partir do resgate das próprias referências históricas, o que apresenta repercussões sociais indesejáveis e até mesmo trágicas.

 

Palavras-chave: Adolescência. Psicanálise. Drogas ilícitas. Transtornos relacionados ao uso de álcool. Delinquência juvenil.

 

 

 

 

Cannabidiol e Autismo

Trabalho apresentado no Congresso de Psiquiatria - ABP

http://www.cbpabp.org.br/hotsite/sessao-de-temas-livres-3/

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • b-googleplus